Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Docente universitário encontrado morto nos arredores de Maputo

Vítima tinha desaparecido do seu local de trabalho há cerca de cinco dias. Família acredita que se tratou de um homicídio.
Lusa 16 de Novembro de 2019 às 15:37
Maputo
Maputo FOTO: Kopano Tlape/EPA
Um docente universitário e membro do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique foi encontrado morto na sexta-feira em Marracuene, arredores da capital, Maputo, disse este sábado à Lusa fonte policial.

Carvalho Ecole, que também era docente universitário, estava desaparecido desde segunda-feira e foi encontrado morto na sua viatura em Marracuene, a 27 quilómetros do centro da capital, disse o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Maputo, Fernando Manhiça.

"Estamos a investigar para apurar o que realmente aconteceu", acrescentou.

A família acredita que se tratou de um homicídio, tendo em conta visíveis sinais de tortura, referiu o filho, Filipe Theodor, citado pelo canal televisivo STV.

Fontes do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique consultadas este sábado pela Lusa disseram que a vítima desapareceu do seu local de trabalho deixando todos os seus pertences no escritório na segunda-feira.

Doutorado em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras, no Brasil, Carvalho Ecole morreu no mesmo ano em que recebeu duas distinções, no Brasil e em Moçambique, relativas às suas pesquisas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)