Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Empresa que explora rubis no norte de Moçambique apoia Reserva do Niassa

Objetivo das iniciativas é garantir a participação das populações na conservação da biodiversidade.
Lusa 5 de Março de 2020 às 10:24
Montepuez Ruby Mining
Dinheiro
Montepuez Ruby Mining
Dinheiro
Montepuez Ruby Mining
Dinheiro
A Montepuez Ruby Mining (MRM), que explora rubis no norte de Moçambique, anunciou esta quinta-feira que disponibilizou 300 mil dólares (269 mil euros) para apoiar projetos de geração de renda alternativa em comunidades da Reserva do Niassa.

"A MRM, juntamente com outros doadores e parceiros, apoia os nossos programas de meios de subsistência alternativos, como apicultura, artesanato e pequenos programas de pecuária, que geram renda para as comunidades que vivem dentro da MRM", lê-se num comunicado da empresa, que cita o Colleen Begg, diretor-geral da Reserva Nacional do Niassa.

No total, sete comunidades que estão na Reserva do Niassa serão abrangidas e o principal objetivo das iniciativas é garantir a participação das populações na conservação da biodiversidade, com especial destaque para o leão.

A caça furtiva em Moçambique tem sido uma grave ameaça à vida selvagem no país, tendo reduzido drasticamente algumas espécies, segundo dados oficiais.

A Montepuez Ruby Mining possui 34 mil hectares de concessão para exploração de rubis em Cabo Delgado e apresenta-se como a principal investidora na extração de rubis em Moçambique, sendo detida em 75% pela Gemfields e em 25% pela moçambicana Mwiriti Limitada.

Moçambique Reserva Nacional do Niassa Montepuez Ruby Mining MRM economia negócios e finanças
Ver comentários