Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Gasóleo mais caro quase 4% em Cabo Verde

Maior aumento verifica-se no gás butano, com uma subida de 10,43%.
Lusa 1 de Outubro de 2019 às 09:53
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
O litro de gasolina subiu esta terça-feira mais de 2,5% em Cabo Verde, enquanto o gasóleo aumentou quase 4%, segundo a nova tabela definida pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) para os preços máximos dos combustíveis.

Ainda de acordo com a tabela que entrou em vigor, o maior aumento verifica-se no gás butano, com uma subida de 10,43%, passando uma garrafa de três quilogramas a custar até 338 escudos (cerca de três euros).

O litro de gasolina passou a custar, como preço máximo de venda ao público, 118,60 escudos (1,07 euros), um aumento de 2,54%, enquanto o gasóleo subiu 3,87% para 104,80 escudos (95 cêntimos de euro).

Já o gasóleo para produção de eletricidade sofreu um aumento de 4,67%, passando a custar 89,60 escudos (81 cêntimos de euro) por litro.

A ARME justifica estes aumentos, que vão estar em vigor pelo menos até ao final do mês de outubro, com as "subidas generalizadas" dos preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, de agosto para setembro.

Esta subida na cotação internacional do crude foi influenciada pelos ataques a duas instalações petrolíferas da Saudi Aramco, que paralisaram a produção de 5,7 milhões de barris diários.
Cabo Verde Agência Reguladora Multissetorial da Economia ARME economia negócios e finanças energia
Ver comentários