Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Jovem luso-guineense prepara filme sobre Guiné-Bissau

Welket Bungué participou na série juvenil portuguesa "Morangos com Açúcar".
27 de Junho de 2019 às 15:13
Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Curta-metragem curta-metragem intitulada de 'Arriaga' de Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Curta-metragem curta-metragem intitulada de 'Arriaga' de Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Welket Bungué
Curta-metragem curta-metragem intitulada de 'Arriaga' de Welket Bungué

Welket Bungué, jovem realizador e argumentista luso-guineense, considerou a Guiné-Bissau um "diamante em bruto" para realizar um trabalho de produção cinematográfica.

De acordo com o jornal guineense O Democrata, o jovem tem essa opinião relativamente ao país devido às histórias vividas pelo próprio no passado e também pela cultura em que cresceu.

O jovem que estreou no Festival Internacional de Cinema IndieLisboa, em maio, uma curta-metragem intitulada de "Arriaga" esteve na Guiné-Bissau durante a semana de "Krioulofonia".

Em entrevista ao jornal guineense, Welket, de 31 anos, desvendou que nesta fase da vida sente a necessidade de fazer um filme sobre Guiné. Neste, o jovem pretende mostrar o estado do país e também a vida quotidiana dos cidadãos de Bissau.

No novo projeto, Welket quer retratar a vida das pessoas nos principais lugares de Bissau, que passam, entre outros sítios, pelo Ilhéu do Rei e pelo Memorial da Escravatura em Cacheu.

Este projeto do jovem que participou nos Morangos com Açucar ainda está no início. No entanto, Welket referiu que este filme tem como principal objetivo destacar os valores da cultura guineense, tendo como base produções realizadas dentro e fora da Guiné-Bissau.

Ver comentários