Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Filho de antigo presidente moçambicano pediu 11 milhões para comprar casa e viver com prostituta

Julgamento pelo desvio de 200 milhões de dólares do erário público decorre em Brooklyn, Nova Iorque.
Lusa 17 de Outubro de 2019 às 11:23
'Sou antigo presidente e por conseguinte vou fazer o papel de antigo presidente', disse Guebuza
Armando Guebuza
Armando Guebuza é presidente da República de Moçabique desde 2005
'Sou antigo presidente e por conseguinte vou fazer o papel de antigo presidente', disse Guebuza
Armando Guebuza
Armando Guebuza é presidente da República de Moçabique desde 2005
'Sou antigo presidente e por conseguinte vou fazer o papel de antigo presidente', disse Guebuza
Armando Guebuza
Armando Guebuza é presidente da República de Moçabique desde 2005

O antigo banqueiro do Credit Suisse Andrew Pearse disse em tribunal que o filho do antigo Presidente moçambicano Armando Guebuza pediu 11 milhões de euros para comprar uma casa, no sul de França, com uma prostituta.

"O filho do então Presidente Armando Guebuza apresentou o arguido ao pai e aos ministros no Governo moçambicano que eram necessários para o projeto avançar", disse Andrew Pearse no tribunal de Brooklyn, em Nova Iorque, onde decorre o julgamento pelo desvio de 200 milhões de dólares do erário público.

De acordo com as declarações do antigo banqueiro do Credit Suisse, que se deu como culpado, Ndambi Guebuza pediu 11 milhões de euros a Jean Boustani, o principal acusado pela Justiça norte-americana, para comprar uma casa em França, na qual pretendia morar com uma prostituta pela qual se apaixonou.

Andrew Pearse Presidente Armando Guebuza França crime lei e justiça política julgamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)