Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

ONU ajuda Angola com mais de 400 milhões de euros no combate contra a seca e a fome

Por dia morrem cinco crianças nas regiões mais afetadas. Milhares alimentam-se de ervas para sobreviver.
Correio da Manhã 4 de Setembro de 2019 às 20:19
A Organização das Nações Unidas (ONU) disponibilizou cerca de 422 milhões de euros para a concretização de projetos destinados a limitar os efeitos da seca nas províncias da Huíla, do Namibe e Cunene, no sul de Angola.

Os fundos deverão ser aplicados nos próximos quatro anos para financiar projetos ligados à construção de barragens no Cunene, avança o coordenador das Nações Unidas em Angola, Pier Paolo Balladelli.

A fome e a seca estão a assolar o sul de Angola. Há registo de pelo menos cinco crianças mortas por dia e milhares de pessoas que se alimentam de ervas e frutos silvestres para sobreviver. O número de animais mortos também cresce de dia para dia devido à falta de campos de pastagem.

Assim, as 14 mil famílias destas províncias sem condições para viver vão beneficiar de um financiamento de pelo menos oito milhões de euros, provenientes da União Europeia e geridos pela UNICEF. 
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)