Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Pelo menos 114 pessoas provenientes da China em quarentena em Angola

O inspetor-geral de Saúde angolano, Miguel de Oliveira, afirmou que medida é preventiva, não se registando casos no país.
Lusa 14 de Fevereiro de 2020 às 13:36
Hospitais preparados para receber casos suspeitos de coronavírus em Angola
Hospitais preparados para receber casos suspeitos de coronavírus em Angola FOTO: Ampe Rogério / EPA
Pelos menos 114 pessoas, nomeadamente 42 angolanos, 70 chineses, um brasileiro e um marfinense, provenientes da China, estão em quarentena em dois centros de Luanda para controlo médico sobre possível contaminação pelo novo coronavírus, foi anunciado esta sexta-feira.

Segundo o inspetor-geral de Saúde angolano, Miguel de Oliveira, medidas de quarentena estão a ser implementadas no país em função de um comunicado do Governo de 06 de fevereiro, garantindo que o país não registou casos positivos.

Em conferência de imprensa, hoje, na sede do Ministério da Saúde, em Luanda, o responsável disse que os dois centros, localizados nas regiões de Calumbo e Barra do Cuanza, arredores de Luanda, têm todas as condições para o efeito e contam com oito médicos e 70 técnicos de saúde.

China Luanda saúde hospital quarentena epidemia vírus coronavírus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)