Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Polícia angolana detém segurança pela morte de jovem que tentou roubar-lhe arma

Vítima tinha 20 anos.
Lusa 21 de Fevereiro de 2022 às 11:03
Polícia Angola
Polícia Angola FOTO: Getty Images
A polícia angolana deteve o segurança privado de um estabelecimento comercial, em Luanda, pela morte de um jovem, de 20 anos, que tentou roubar-lhe a arma, no município de Cacuaco.

De acordo com porta-voz do comando provincial de Luanda da Polícia Nacional, Nestor Goubel, a vítima foi morta por disparo de uma arma, do tipo AKM, na noite de sábado, no bairro da Pedreira, em Cacuaco.

"É presumível autor deste crime um cidadão, de 42 anos, segurança de um estabelecimento comercial", referiu Nestor Goubel, salientando que os factos ocorreram quando dois grupos de supostos criminosos se envolviam em rixas.

Segundo a mesma fonte, a vítima e outros elementos do grupo fugiram e tentaram roubar a arma ao segurança que se encontrava escalado no seu local de serviço e este, "na reação, sem hesitar, efetuou um disparo, atingindo mortalmente o meliante na região craniana".

"A vítima com ferimentos graves ainda foi socorrida para o hospital municipal de Cacuaco, mas dada a gravidade dos ferimentos não resistiu" e acabou por morrer, referiu.

A Polícia Nacional angolana está a levar a cabo, até junho deste ano, o processo de substituição de armas de guerra por armas de defesa pessoal em posse das empresas de segurança, alegadamente a via por que muitos dos criminosos obtêm este tipo de armamento.

Sobre o balanço das operações policiais nas últimas 72 horas, o comando da Polícia de Luanda destacou a apreensão de 12 armas de fogo, sendo seis metralhadoras e igual número de pistolas.

A polícia deteve ainda 11 cidadãos nacionais, com idades entre os 20 e 38 anos, no município de Viana, bairro Capalanga, no interior da empresa Pró-Betão, pela presumível autoria do crime de furto e roubo.

Os detidos são acusados de ter furtado uma fatura de pagamento para posterior subtração de forma fraudulenta de 16 toneladas de ferro (varão de construção civil), avaliados em mais de nove milhões de kwanzas (16 mil euros).

No período em referência, foi igualmente detido um cidadão nacional, de 19 anos, no município de Viana, no bairro Zango II, pela presumível autoria do crime de ofensa à integridade física com recurso a fragmentos de garrafa, em que foi vítima um menor, de dez anos.

"O facto ocorreu quando o acusado surpreendeu o ofendido que circulava na via pública e tentou subtrair os seus haveres, tendo este resistido, o suspeito desferiu vários golpes na região do membro superior direito, provocando ferimentos graves à vítima, que foi socorrida para a unidade hospitalar mais próxima", refere-se no documento.

Também um cidadão nacional, de 30 anos, que se fazia passar por agente do Serviço de Investigação Criminal, foi detido pela polícia, no município de Luanda, bairro Mártires de Kifangondo.

Luanda Cacuaco Polícia Nacional Nestor Goubel Viana crime lei e justiça polícia crime
Ver comentários
}