Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Presidente da República de São Tomé e Príncipe diz que justiça "está moribunda"

Evaristo Carvalho advertiu que "nenhum investidor" estará disposto a trabalhar no país "sem a garantia de uma justiça credível".
Lusa 3 de Junho de 2019 às 05:00
 Evaristo Carvalho
Evaristo Carvalho, presidente de São Tomé e Príncipe, com Marcelo Rebelo de Sousa
Evaristo Carvalho
 Evaristo Carvalho
Evaristo Carvalho, presidente de São Tomé e Príncipe, com Marcelo Rebelo de Sousa
Evaristo Carvalho
 Evaristo Carvalho
Evaristo Carvalho, presidente de São Tomé e Príncipe, com Marcelo Rebelo de Sousa
Evaristo Carvalho

O Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Evaristo Carvalho, afirmou esta segunda-feira que a justiça são-tomense "está moribunda" e advertiu que "nenhum investidor" estará disposto a trabalhar no país "sem a garantia de uma justiça credível".

"A nossa justiça está moribunda. Ninguém acredita mais nas decisões dos nossos agentes judiciários, ninguém compreende as atuações controversas, incluindo os magistrados, os advogados", afirmou o chefe de Estado são-tomense, em entrevista à Lusa.

Evaristo Carvalho fez este comentário a propósito dos recentes desenvolvimentos do processo Rosema - cuja propriedade é disputada pelo empresário angolano Mello Xavier e os irmãos são-tomenses Domingos e António Monteiro -, com decisões contraditórias emitidas pelos tribunais no espaço de 15 dias.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)