Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Presidente da República da Nigéria convida empresas portuguesas a investirem porque há "muito mais" a fazer

Chefe de Estado nigeriano disse a empresários portugueses que o país tem "muitos incentivos fiscais, comerciais e monetários".
Lusa 30 de Junho de 2022 às 16:20
Muhammadu Buhari, presidente da Nigéria
Muhammadu Buhari, presidente da Nigéria FOTO: Reuters
O Presidente da República da Nigéria, Muhammadu Buhari, convidou esta quinta-feira as empresas portuguesas a investirem no seu país, defendendo que se pode e deve fazer "muito mais" pela cooperação económica bilateral.

"Nos últimos 25 anos, o comércio entre a Nigéria e Portugal mais do que duplicou para pouco mais de mil milhões de dólares até 2020, antes da pandemia de covid-19. Isto deveu-se sobretudo ao setor do petróleo e gás. Apesar de haver grandes progressos, acreditamos firmemente que podemos e devemos fazer muito mais", disse Buhari, num discurso no Fórum Económico "Expandir o Investimento e o Comércio entre a Nigéria e Portugal", em Lisboa.

O chefe de Estado nigeriano disse aos empresários portugueses que participavam no fórum que a Nigéria tem "muitos incentivos fiscais, comerciais e monetários" ao investimento e garantiu que as autoridades nigerianas estão disponíveis para dar toda a informação necessária.

"Já ordenei o estabelecimento de um grupo de trabalho dedicado a Portugal, liderado pelo Ministério da Informação, Comércio e Investimento, para abordar quaisquer questões" que possam ter, afirmou, garantindo que esses pedidos terão uma resposta rápida.

Recordando que os portugueses foram os primeiros portugueses a pisar a costa do que hoje é a Nigéria, e que as relações bilaterais modernas entre Lisboa e Abuja começaram há 40 anos, Buhari manifestou-se "encantado com o crescente nível de entusiasmo que as empresas portuguesas têm manifestado" pelo país africano.

Lembrou que a Nigéria é "a maior e mais populosa economia de África" e defendeu que o país é "um destino muito atrativo para o investimento".

"Recentemente, o Governo da Nigéria adjudicou à Mota Engil, uma empresa portuguesa, um contrato para construir uma linha férrea que liga Kano, no norte da Nigéria, a Maradi, no sul no Níger. Esta parceria irá seguramente abrir portas para outras empresas portuguesas virem para a Nigéria", disse o chefe de Estado.

Buhari manifestou ainda esperança de que possa abrir em breve uma Câmara de Comércio Nigéria-Portugal, dois meses após Portugal ter aberto a sua primeira câmara de comércio com o Norte de África.

O Presidente lembrou ainda que o Banco Africano de Exportação e Importação e a Associação Nacional de Jovens Empresários, de Portugal, anunciaram no ano passado uma parceria de três anos para a promoção e apoio à produção dos têxteis africanos no mercado europeu, o Presidente nigeriano mostrou-se confiante de que esse acordo irá beneficiar a indústria da moda na Nigéria.

Buhari agradeceu ao Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo seu compromisso com a promoção de uma cooperação forte e sustentável entre a Nigéria e Portugal e concluiu: "Os nossos dois países têm uma longa história comercial e agora temos a vontade política de garantir que o nosso futuro partilhado seja construído com base em amizade sincera, cooperação e apoio mútuo".

Ver comentários