Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Presidente do Supremo Tribunal de Justiça da Guiné-Bissau morre no Senegal

Mamadu Saído Baldé desempenhou funções de ministro da Justiça. Juiz conselheiro tinha sido eleito recentemente.
Lusa 11 de Agosto de 2021 às 18:04
Tribunal
Tribunal FOTO: Getty Images
O presidente do Supremo Tribunal de Justiça da Guiné-Bissau, Mamadú Saído Baldé, morreu em Dacar, Senegal, vítima de doença, disse esta quarta-feira fonte da instituição judicial.

Em comunicado, enviado à comunicação social, o chefe de Estado guineense, Umaro Sissoco Embaló, lamentou a morte do juiz conselheiro.

"O ilustre desaparecido juiz conselheiro Mamadu Saído Baldé, deixa gravado na memória dos guineenses um percurso de distinto jurista e funcionário público, servidor do Estado da Guiné-Bissau", afirma, no comunicado, o Presidente guineense.

Entre 2012 e 2013 Mamadu Saído Baldé desempenhou funções de ministro da Justiça. O juiz conselheiro tinha sido eleito recentemente, em 18 de maio, presidente do Supremo Tribunal de Justiça e do Conselho Superior da Magistratura Judicial, substituindo o juiz Paulo Sanhá. 

Dacar Senegal lei e justiça Mamadú Saído Baldé Guiné-Bissau
Ver comentários