Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Principal hospital moçambicano realiza teleconsultas com a China

Para o efeito, as duas instituições assinaram um acordo que visa permitir o intercâmbio de informações.
Lusa 2 de Agosto de 2019 às 12:39
Bandeira Moçambique
Bandeira Moçambique FOTO: Getty Images
Os médicos do Hospital Central de Maputo (HCM), principal unidade hospitalar moçambicana, vão passar a realizar consultas via internet com os seus colegas do Hospital Oeste da China, anunciou esta sexta-feira o estabelecimento de saúde moçambicano.

Para o efeito, as duas instituições assinaram um acordo que visa permitir o intercâmbio de informações válidas, pesquisa, diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças, lê-se na nota.

A ministra da Saúde moçambicana, Nazira Abdula, citada no comunicado, explicou que com as teleconsultas será possível discutir com precisão casos clínicos, com profissionais de saúde chineses.

"A China tem sido um parceiro estratégico no desenvolvimento de infraestrutura de saúde, doação de diversos equipamentos e assistência técnica através de envio de equipas médicas ao HCM", disse.

O embaixador da China em Moçambique Su Jian mencionou o dinamismo dos médicos chineses no país no âmbito da cooperação interinstitucional.

O embaixador revelou ainda que a China está a trabalhar para financiar e construir o Centro Nacional Cirúrgico.

A China já enviou 22 equipas a Moçambique desde 1975.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)