Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Quatro feridos em queda de helicóptero com material eleitoral em Angola

Aeronave ficou totalmente destruída no acidente, cujas causas estão a ser investigadas.
Lusa 15 de Agosto de 2022 às 10:40
Helicóptero da Força Aérea angolana
Helicóptero da Força Aérea angolana FOTO: Direitos Reservados
Quatro pessoas ficaram feridas na queda de um helicóptero da Força Aérea angolana que transportava material eleitoral e se despenhou, no domingo, no Alto Zambeze, província do Moxico, disse à Lusa o porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral

Lucas Quilundo adiantou que os feridos estão "estabilizados" e a receber tratamento médico em unidades de saúde do Moxico.

O helicóptero ficou totalmente destruído no acidente, cujas causas estão a ser investigadas, acrescentou.

A aeronave transportava material eleitoral como mesas, cadeiras e tendas, cuja perda não tem impacto no ato eleitoral no Moxico.

"Existe material de contingência suficiente para fazer a reposição", indicou o porta-voz da CNE.

Segundo a agência de notícias angolana, ANGOP, o aparelho, no qual seguiam 15 pessoas, transportava material eleitoral para a comuna do Lóvua, a 79 quilómetros do Cazombo, capital do município do Alto Zambeze,

Um problema técnico terá estado na origem do incidente, disse o presidente da Comissão Municipal Eleitoral, José Augusto.

O município do Alto Zambeze, que dista 519 quilómetros do Luena, capital da província, tem mais de 56 mil eleitores distribuídos em seis comunas.

No Moxico, a Comissão Provincial Eleitoral, está a usar os helicópteros da Força Aérea Nacional (FAN), para distribuir material para as eleições, em zonas de difícil acesso, designadamente nos municípios do Alto Zambeze, Luacano, Bundas e Luchazes.

Angola realiza eleições gerais, pela quinta vez, a 24 de agosto para eleger o Presidente da República, o vice-presidente e os 220 deputados à Assembleia Nacional, estando inscritos para votar mais de 14 milhões de eleitores.

Ver comentários