Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Segundo rapto numa semana na zona central de Maputo

Homem, de 20 anos, foi raptado durante a noite entre as avenidas Ho Chi Min e Filipe Samuel Magaia.
Lusa 1 de Maio de 2022 às 17:13
Polícia de Moçambique
Polícia de Moçambique FOTO: Getty Images
Um homem de 20 anos foi raptado perto da baixa de Maputo, na sexta-feira, anunciou a polícia, naquele que foi o segundo caso na mesma semana na zona central da capital moçambicana.

O rapto aconteceu durante a noite, pelas 22h00 (21h00 em Lisboa), entre as avenidas Ho Chi Min e Filipe Samuel Magaia.

A vítima, de nacionalidade moçambicana, tem raízes indianas e foi retirada do seu próprio carro sob ameaça de armas para outro automóvel, disse um porta-voz da polícia citado pela televisão STV.

Este foi o segundo rapto na mesma semana na zona central de Maputo.

Na terça-feira, o filho de um empresário do ramo do comércio foi raptado próximo da sua casa, junto à Presidência da República moçambicana.

A procuradora-geral da República acusou "alguns" agentes da polícia, investigadores, advogados e magistrados de envolvimento nos raptos.

Beatriz Buchili falava na quinta-feira no parlamento, acrescentando que os sequestros têm vindo a aumentar e os grupos de criminosos têm ramificações transfronteiriças, mantendo células em países como a África do Sul.

A procuradora-geral disse ainda que as vítimas são "constantemente chantageadas" mesmo depois de soltas e continuam a pagar quantias em dinheiro para garantir a liberdade.

 

Maputo crime lei e justiça questões sociais polícia crime rapto
Ver comentários