Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Sobe para 217 o número de mortos em Moçambique após passagem do ciclone Idai

Trinta portugueses estão dados como desaparecidos, segundo avançou o ministro dos Negócios Estrangeiros.
21 de Março de 2019 às 09:38
Ciclone Idai devastou Moçambique
Ciclone Idai deixa rasto de destruição em Moçambique
Ciclone Idai deixa rasto de destruição em Moçambique
Ciclone Idai devastou Moçambique
Ciclone Idai deixa rasto de destruição em Moçambique
Ciclone Idai deixa rasto de destruição em Moçambique
Ciclone Idai devastou Moçambique
Ciclone Idai deixa rasto de destruição em Moçambique
Ciclone Idai deixa rasto de destruição em Moçambique
Subiu esta quinta-feira para 217 o número de mortes após a passagem do ciclone Idai em Moçambique. Cerca de 15 mil pessoas continuam a precisar de ajuda das equipas de resgate.

Cerca de 3000 pessoas já foram resgatadas pelas autoridades. 

"A nossa maior luta é contra o tempo", revelou o Celso Correia, Ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural. 

Quarenta militares, 25 dos quais fuzileiros, partiram esta quarta-feira à noite para Moçambique para a operação de resgate após a devastação causada pelo ciclone Idai.

Trinta portugueses estão dados como desaparecidos, segundo avançou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, em declarações na tarde desta quarta-feira.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)