Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

União Africana suspende Cartum na sequência do golpe militar

Organização condenou a tomada do poder pelo exército sudanês.
Lusa 27 de Outubro de 2021 às 14:20
Militares do Sudão de guarda em frente ao Palácio Presidencial em Cartum durante o golpe de estado, no Sudão
Militares do Sudão de guarda em frente ao Palácio Presidencial em Cartum durante o golpe de estado, no Sudão FOTO: REUTERS/El Tayeb Siddig/File Photo
A União Africana (UA) anunciou esta quarta-feira a suspensão do Sudão de todas as atividades da organização "até ao restabelecimento efetivo da Autoridade Transitória liderada pelos civis", dissolvida na segunda-feira após um golpe de Estado liderado pelos militares.

A organização pan-africana divulgou uma declaração em que "condena firmemente a tomada do poder pelo exército sudanês (...) e a dissolução do Governo de Transição, e rejeita totalmente a mudança inconstitucional de governo", descrita no texto como "inaceitável" e "uma afronta aos valores partilhados e às normas democráticas da UA".

A UA "congratula-se com a libertação do primeiro-ministro" Abdallah Hamdock, preso na segunda-feira de manhã pelos militares e libertado na terça-feira à noite, e "apela à libertação total e incondicional de todos os detidos, incluindo ministros e outros funcionários civis".

União Africana Cartum Autoridade Transitória Sudão política golpe militar exército sudanês
Ver comentários