Correio da Manhã

Kaliningrado, a cidade de Kant
Foto iStockphoto
Foto Direitos Reservados
09:52
  • Partilhe
Königsberg mudou de nome após a vitória do Exército Vermelho.

Kaliningrado, uma das cidades do Mundial, tem uma particularidade: está separada da Rússia, por 500 quilómetros. É um enclave que se situa entre a Lituânia e a Polónia, junto ao Mar Báltico.

Fundada em 1255 por cavaleiros teutónicos com o nome de Königsberg, mudou de mãos várias vezes. Foi na prussiana Königsberg que em 1724 nasceu Immanuel Kant, um dos mais conceituados filósofos da era moderna, cuja 'Crítica da Razão Pura' é uma referência.

Em 1945, com a vitória do Exército Vermelho sobre a Alemanha nazi, é incorporada na URSS e muda de nome para Kaliningrado em honra de Mikhail Kalinin, um revolucionário bolchevique. Kaliningrado é hoje uma base militar russa, com ogivas nucleares. A região distingue-se por ter 90% dos depósitos mundiais de âmbar.

Imposto à barba
A forma como o czar  Pedro, o Grande (1682- -1725) fez saltar a Rússia de uma existência de alta Idade Média (antes do ano 1000) diretamente para o século das luzes não teve nada de ortodoxo. Para acabar com a imagem do russo pacóvio, barbudo e mal vestido, Pedro aplicou impostos inéditos: os aristocratas, comerciantes e outros homens de posses com barbas grandes pagavam 100 rublos; os barbeados desembolsavam um kopek (um cêntimo de rublo).

Lei semelhante valia para os ricos que não vestissem à ocidental. À entrada das cidades existiam avisos sobre o vestuário obrigatório. A quem não respeitasse a ordem, os militares mandavam ajoelhar e cortavam o que ficava abaixo do joelho. A alternativa era uma multa.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE