Correio da Manhã

Suspeito de envenenar ex-espião russo prepara-se para falar
Foto Direitos Reservados
Foto EPA
Foto EPA
Foto EPA
Foto EPA
14:03
  • Partilhe
Putin diz ter localizado os dois homens procurados por Inglaterra, mas garante que não trabalham para o governo russo.

Um dos suspeitos pelo envenenamento do espião russo Sergey Skripal, avança que vai falar sobre o caso na próxima semana.

A Sky News cita a imprensa russa, que avança que a declaração vai acontecer na próxima segunda-feira, mas ainda não especifica qual dos dois homens identificados irá prestar declarações.

Durante a manhã desta quarta-feira, Vladimir Putin avançou que os agentes russos já terão encontrado os suspeitos procurados no Reino Unido, mas garante que estes não têm quaisquer ligações com o governo.

"Não há nada de especial ou criminoso nisto, posso garantir-lhe", disse Putin durante uma palestra a decorrer na cidade de Vladivostok, na Rússia, negando que estes fossem militares e descrevendo-os como ‘civis’.

Recorde-se que as autoridades britânicas revelaram há algumas semanas as fotografias e os nomes dos dois suspeitos do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal, que, tal como a filha, sobreviveu ao ataque.

Trata-se de Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, ambos cidadãos russos na casa dos 40 anos. Viajaram para o Reino Unido com nomes falsos, mas usando passaportes legítimos do país. Os britânicos estão convictos de que se trata de dois agentes secretos russos que executaram o plano de assassinato de Skrypal a mando do Kremlin.

PUBLICIDADE
A polícia britânica acredita ter provas suficientes para os incriminar da tentativa de homicídio do ex-espião e da sua filha, Yulia, ambos envenenados em território britânico em março. Pendem sobre ambos um mandato de detenção europeu. 

Os dois suspeitos podem estar também envolvidos na morte de uma mulher britânica que terá sido exposta ao mesmo veneno usado no ataque a Skripal e à filha.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE