Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Theresa May acusa agentes russos de ataque químico no Reino Unido

Primeira-ministra britânica acredita que são estes os responsáveis pelo ataque que aconteceu em Salisbury contra um ex-espião russo.
5 de Setembro de 2018 às 14:15
Theresa May
Theresa May recusa cedências perante pressão europeia
Theresa May
Theresa May recusa cedências perante pressão europeia
Theresa May
Theresa May recusa cedências perante pressão europeia
A primeira-ministra britânica Theresa May acusou dois agentes russos pelo ataque contra um ex-espião russo e a sua filha, no inicio deste ano, em Salisbury, no Reino Unido.

May avançou esta quarta-feira que a polícia acredita que o ataque a Sergei Skripal e Yulia foi realizado por dois agentes russos que terão agido de acordo com as autoridades russas, segundo avança a Reuters.

O porta-voz de May avançou que a ministra falou com Trump na noite de terça-feira e que a Grã-Bretanha e os seus aliados estão a reunir todos os esforços para desmantelar a rede militar.

Recorde-se que os nomes dos suspeitos deste crime foram anunciados durante a manhã desta quarta-feira pelas autoridades britânicas.

Trata-se de Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, ambos cidadãos russos na casa dos 40 anos. Viajaram para o Reino Unido com nomes falsos, mas passaportes legítimos do país. 

A polícia britânica acredita ter provas suficientes para os incriminar da tentativa de homicídio do ex-espião e da sua filha, Yulia, ambos envenenados em território britânico em Março. 



Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)