Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

123 corpos resgatados ao largo da costa da Tunísia

Pelo menos 123 cadáveres de refugiados da Líbia, que tinham desaparecido na passada quinta-feira ao largo da costa da Tunísia, foram hoje resgatados do mar.
3 de Junho de 2011 às 13:02
Pelo menos 123 cadáveres de refugiados da Líbia, que tinham desaparecido na passada quinta-feira ao largo da costa da Tunísia, foram hoje resgatados do mar.
Pelo menos 123 cadáveres de refugiados da Líbia, que tinham desaparecido na passada quinta-feira ao largo da costa da Tunísia, foram hoje resgatados do mar. FOTO: D.R.

As vítimas fazem parte de um total de 800 passageiros de uma embarcação ilegal que quinta-feira se virou no mar da Tunísia. No momento da tragédia, a guarda-costeira tunisina ainda conseguiu resgatar das águas 570 pessoas, mas 200 foram dadas como desaparecidas.

Um responsável do Crescente Vermelho tunisino destacado para o local do acidente, Moez Barkallah, afirmou que 123 corpos tinham sido retirados do mar.

Já em Genebra, a Organização Internacional das Migrações (OIM) afirma que 150 corpos foram encontrados, citando um balanço do mesmo Crescente Vermelho.

"O Crescente Vermelho tunisino confirmou quinta-feira que ainda havia cadáveres na água e que as operações de resgate prosseguiam", lê-se num comunicado da OIM.

"Indicou igualmente que 150 pessoas, maioritariamente naturais da África subsaariana, tinham morrido e que os seus corpos tinham sido resgatados e transportados para [a morgue do] hospital de Sfax", no sul da Tunísia.

A embarcação dirigia-se para Itália quando, na terça-feira, encalhou num banco de areia a cerca de 37 quilómetros das ilhas tunisinas de Kerkennah (sul). As operações de socorro foram atrasadas devido a más condições meteorológicas mas, depois de se iniciarem, a embarcação acabou por se virar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)