Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Nova Iorque reforça vantagem de favoritos

Donald Trump obteve 60% dos votos.
Francisco J. Gonçalves 21 de Abril de 2016 às 08:39
Hillary Clinton mostrou alívio com a vitória sobre Sanders, que conseguiu 42% dos votos e elegeu 106 delegados
Hillary Clinton mostrou alívio com a vitória sobre Sanders, que conseguiu 42% dos votos e elegeu 106 delegados FOTO: Mike Segar/Reuters
A corrida presidencial nos EUA teve em Nova Iorque, na terça-feira, mais uma noite de triunfos dos favoritos. Hillary Clinton pôs fim a uma série de sete vitórias de Bernie Sanders nas primárias democratas e somou 139 delegados à conta pessoal. Mas o derrotado conseguiu conquistar, ainda assim, 106 delegados. Nas primárias republicanas, Donald Trump somou 89 delegados e relegou para terceiro Ted Cruz, que ficou sem delegados eleitos por Nova Iorque.

Estes resultados elevam para 246 a vantagem de Hillary sobre Sanders em delegados eleitos (aos quais soma 502 superdelegados que já lhe declararam apoio), tornando ainda mais provável um embate contra Trump nas presidenciais de novembro nos EUA.

O magnata aumentou, por seu lado, para mais de 301 delegados a vantagem sobre Ted Cruz, terceiro em Nova Iorque a seguir a John Kasich, rival distante no Partido Republicano que em breve deverá abandonar a campanha.

A nova vitória de Trump por tão larga margem, mais de 60% dos votos, embaraça o Partido Republicano, que tem mobilizado meios e esforços para evitar a nomeação do milionário, na esperança de o impedir de eleger os 1237 delegados necessários para o nomear automaticamente candidato oficial do partido à presidência dos EUA.

Trump, por seu lado, moderou o discurso e evitou insultos aos adversários, mas sublinhou que "Ted Cruz está matematicamente eliminado".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)