Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

A ilha na Noruega que quer acabar com as horas

Vila piscatória é um destino turístico popular devido às suas praias de areia branca e paisagens.
19 de Junho de 2019 às 18:00
A ilha na Noruega que quer acabar com as horas
A ilha na Noruega que quer acabar com as horas FOTO: Getty Images

E se pudesse viver os dias de sol do verão para sempre? No norte da Noruega, uma ilha com cerca de 300 habitantes quer dizer adeus aos relógios e abolir a medição do tempo porque consideram-na desnecessária devido à escuridão em que passam grande parte dos dias. Em Sommarøy – que, ironicamente, significa em norueguês "Ilha de Verão" – foi criado um acordo para acabar com a rigidez dos horários.

De acordo com o canal televisivo do país NRK, foi convocada uma assembleia municipal em Sommarøy – que, ironicamente, significa em norueguês "Ilha de Verão" – onde se chegou a acordo para acabar com a rigidez dos horários e fazer do território o primeiro sem fuso horário.

Na ilha a norte do Círculo Polar Ártico, o sol não se esconde durante 69 dias – desde o dia 18 de maio até daqui a uma semana, a 26 de julho. Em pleno junho, e com o solstício de verão a acontecer no próximo dia 21, existe ainda sol durante a madrugada e os horários são mais flexíveis para a população.

"A meio da noite, no que outras pessoas podem chamar de duas da manhã, podemos ver crianças a jogar futebol, pessoas a pintar as suas casas ou a cortar relva e adolescentes a nadar", relata à CNN Kjell Ove Hveding, o criador da ideia de abolir horários. "O nosso objetivo é proporcionar o máximo de flexibilidade, 24 horas por dia, sete dias por semana. Se quiser cortar relva às quatro da manhã, pode fazê-lo."

A vila piscatória fica a cerca de 36 quilómetros da cidade mais próxima, Tromsø, e é um destino turístico popular devido às suas praias de areia branca e paisagens.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)