Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Abertas mesas de voto para referendo

Acompanhe a votação no Reino Unido.
23 de Junho de 2016 às 09:28
Os eleitores são chamados às urnas para responder à questão "O Reino Unido deve permanecer como membro da União Europeia ou sair da União Europeia?"
Os eleitores são chamados às urnas para responder à questão 'O Reino Unido deve permanecer como membro da União Europeia ou sair da União Europeia?' FOTO: Patrick Seeger/EPA
Os britânicos decidem esta quinta-feira se o Reino Unido continua como membro da União Europeia ou sai, num referendo que se espera participado e disputado e que ameaça turbulência económica e política em caso de 'Brexit'.

Os eleitores são chamados às urnas para responder à questão "O Reino Unido deve permanecer como membro da União Europeia ou sair da União Europeia?", assinalando uma de duas opções – "Permanecer na União Europeia" ou "Sair da União Europeia".

A Comissão Eleitoral prevê uma participação eleitoral próxima dos 80%.

14h19: O Presidente da Bulgária, Rosen Plevneliev, advertiu esta quinta-feira que a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), o denominado 'Brexit', pode provocar uma guerra na Europa e a dissolução do bloco de 28 países.

Plevneliev disse que a saída do Reino Unido da União Europeia pode ter consequências indesejáveis. "Se não houver integração e cooperação, estou convencido de que haverá uma guerra na Europa", garantiu Plevneliev numa conferência com o seu homólogo alemão, Joachim Gauck, que está a realizar uma visita oficial a Sofia.

"Se a UE se desintegrar, vai seguir-se-lhe uma guerra. Depois das guerras mundiais, o melhor projeto que a humanidade realizou foi a União Europeia", disse o dirigente, acrescentando que, na sua opinião, o êxito é mais notável nos países Balcãs ocidentais (dos quais a Eslovénia e a Croácia são estados-membros da UE, enquanto a Macedónia, Montenegro e Sérvia são candidatos).

13h34: Nicholas Soames, neto de Winston Churcill, ex-primeiro-ministro do Reino Unido, deu uma entrevista ao jornal espanhol ‘El Mundo’ onde afirma que o avô teria votado na permanência do país na União Europeia.



12h53: O líder do eurocético Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, votou esta quinta-feira no referendo sobre a permanência do país na União Europeia, afirmando aos jornalistas que a possibilidade de vitória do 'Brexit' é "muito sólida".

Farage votou numa secção de voto no condado de Kent, a sul de Londres, perto da sua residência.

Aos jornalistas, Nigel Farage, que fundou o UKIP em 1993 para defender a saída do Reino Unido da UE, afirmou que os eleitores partidários do "Sair" ("Leave") têm "verdadeira convicção e paixão".

12h27: Esta quinta-feira está a ser bastante chuvosa no Reino Unido, obrigando os britânicos a ir até às urnas de chapéu-de-chuva, como se pode ver nas imagens abaixo.

11h42: O Presidente turco evocou a possibilidade da Turquia organizar um referendo sobre a oportunidade de prosseguir ou não com o processo de adesão à União Europeia, semelhante à consulta sobre o 'Brexit' a decorrer esta quinta-feira no Reino Unido.

"Podemos erguer-nos e consultar o povo como os britânicos estão a fazer", declarou Recep Tayyip Erdogan num discurso na noite de quarta-feira em Istambul, segundo a agência Anadolu.

"Perguntaríamos: 'Devemos prosseguir as negociações com a União Europeia ou terminá-las'", declarou o chefe de Estado turco, acusando a UE de não querer a Turquia pois ela é "um país de maioria muçulmana" e questionando: "Porque é que empatam tanto?".

11h25: Uma nova sondagem das intenções de voto no referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia, a decorrer hoje, dá 52 por cento ao "permanecer" e 48% ao "sair", noticiou o jornal The Evening Standard.

Cerca de 12% dos inquiridos admitiu que pode mudar de opinião até votar.

A sondagem, do instituto Ipsos Mori, foi divulgada a meio da jornada eleitoral e realizada entre terça e quarta-feira junto de 1.592 pessoas.

10h58: O líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, votou esta quinta-feira no referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia numa secção de voto no bairro do norte de Londres onde reside.

Corbyn, partidário do "Permanecer" ("Remain"), mostrou-se bem-disposto perante os jornalistas que o aguardavam junto da escola primária de Pakeman, na circunscrição londrina de Islington.

"Estou extremamente confiante", disse.

10h35: Nigel Farage, líder do eurocéptico Partido da Independência do Reino Unido, também já votou.




10h30: Afluência elevada às urnas entre as 8h00 e as 8h30, mais do que nas eleições onde se escolheu David Cameron como primeiro-ministro.

10h22: Jornais britânicos apelam fervorosamente à ida às urnas.

09h32: O primeiro-ministro britânico, David Cameron, votou esta quinta-feira no referendo que irá decidir a permanência ('Remain'), ou a saída ('Brexit') do Reino Unido da União Europeia (UE).

Cameron, que defendeu a campanha 'Remain' (permanência na UE) nos últimos meses, preencheu o seu boletim numa secção de voto no centro de Londres, acompanhado pela mulher, Samantha, testemunhou um fotógrafo da agência de notícias francesa AFP.


O primeiro-ministro britânico David Cameron foi votar ao lado da mulher, Samantha

07h20: As mesas de voto no Reino Unido abriram esta quinta-feira às 07h00, dando início à votação no referendo sobre a saída ou permanência do país na União Europeia.

Um número recorde de 46,5 milhões de eleitores são chamados às urnas, que vão ficar abertas até às 22h00. Resultados preliminares são esperados pelas 16h00.

05h07: A libra atingiu o seu valor mais elevado face ao dólar este ano, horas antes de arrancar o referendo que decidirá se o Reino Unido fica ou sai da União Europeia.

A expectativa dos apostadores é que o Reino Unido vai decidir ficar no bloco, apesar das sondagens anteciparem uma votação renhida.

"Os mercados parecem ter, quase na totalidade, marcado o voto na permanência como vencedor, o que significa que as movimentações do mercado e a volatilidade em torno da votação podem ser muito menores do que o esperado", comentou o analista de mercados Angus Nicholson, da empresa de serviços financeiros IG.
Reino Unido Inglaterra União Europeia UE Brexit
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)