Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Ação policial australiana motivada por apelo de 'jihadista'

Cidadão australiano tem, aparentemente, posto muito alto no Estado Islâmico.
18 de Setembro de 2014 às 04:45
Tony Abbott explicou que as declarações não foram apenas uma suspeita
Tony Abbott explicou que as declarações não foram apenas uma suspeita FOTO: David Gray/Reuters

As ações policiais australianas, esta quinta-feira, nas cidades de Sydney e Brisbane foram desencadeadas pelo apelo a "homicídios" no país feitos por um alto dirigente do Estado Islâmico, disse o primeiro-ministro Tony Abbott.

"Os apelos, muito diretos, vinham de um cidadão australiano que, aparentemente, tem um posto muito alto no Estado Islâmico e que garantia ligações de apoio na Austrália para perpetrar homicídios no país", disse o chefe do Governo de Camberra.

Tony Abbott explicou ainda que as declarações não foram apenas uma suspeita, mas algo de concreto que motivou a ação policial.

polícia austrália apelo jihadistas
Ver comentários