Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Acordada criação de maior santuário marinho na Antártida

Será a maior reserva marinha do mundo para proteger a vida selvagem.
28 de Outubro de 2016 às 01:06
Pinguins imperador no Mar de Ross, local onde vai ser construída a reserva
Pinguins imperador no Mar de Ross, local onde vai ser construída a reserva FOTO: Getty Images
A maior reserva marinha do mundo para proteger a vida selvagem da Antártida vai ser finalmente criada, após o acordo alcançado esta sexta-feira, disseram responsáveis governamentais.

O acordo, concluído durante a reunião anual da Comissão para a Conservação dos Recursos Vivos Marinhos da Antártida na sua reunião anual em Hobart, Austrália, vai permitir a criação de uma enorme área marinha protegida pelos Estados Unidos e pela Nova Zelândia, no Mar de Ross.

A área protegida vai ter 1,55 milhões de quilómetros quadrados, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros da Nova Zelândia, Murray McCully.

Segundo o diretor do projeto Aliança do Oceano Antártico, Mike Walker, pela primeira vez os países puseram de lados as suas diferenças para proteger uma grande área do Oceano Antártico e das águas internacionais.

O Mar de Ross é um dos últimos ecossistemas marinhos intactos do mundo e é lar de pinguins, focas e baleias.

Aquela zona é vista como crucial para os cientistas estudarem os ecossistemas e compreenderem os impactos das mudanças climáticas no oceano.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)