Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Acordo nuclear iraniano é do interesse dos EUA

Jim Mattis, defendeu que o acordo é do interesse dos Estados Unidos, contradizendo Donald Trump, que considera o acordo "um embaraço" .
Lusa 3 de Outubro de 2017 às 19:04
Secretário da Defesa norte-americano, Jim Mattis
Jim Mattis
Jim Mattis
Secretário da Defesa norte-americano, Jim Mattis
Jim Mattis
Jim Mattis
Secretário da Defesa norte-americano, Jim Mattis
Jim Mattis
Jim Mattis
O secretário da Defesa norte-americano, Jim Mattis, defendeu esta terça-feira que o acordo nuclear iraniano é do interesse dos Estados Unidos, contradizendo o Presidente, Donald Trump, que considera o acordo internacional "um embaraço" para o seu país.

A um senador que lhe pediu que respondesse "sim ou não" à pergunta "Pensa que é no nosso interesse nacional, neste momento, ficar no acordo" nuclear com o Irão, Mattis disse: "Penso, sim, senador".

A uma pergunta anterior, o responsável tinha respondido de forma mais vaga: "Se conseguirmos confirmar que o Irão respeita o acordo, se conseguirmos concluir que é do nosso interesse, então, com certeza, devemos mantê-lo. Penso que neste momento, na ausência de indicação em contrário, é uma coisa que o Presidente deveria considerar manter".

Uma lei obriga o chefe de Estado norte-americano a dizer ao Congresso, de 90 em 90 dias, se o Irão está a respeitar o acordo e se o levantamento das sanções é realmente do interesse nacional dos Estados Unidos.

Até agora, Trump certificou o cumprimento do acordo, mas fez saber que o prazo fundamental será o próximo, a 15 de outubro.

O Irão e os outros signatários (China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha) defendem este acordo histórico concluído em 2015 para garantir o caráter pacífico do programa nuclear iraniano, cuja contrapartida foi o levantamento das sanções internacionais impostas a Teerão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)