Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Acusados de ataque a Skripal negam tudo

Os russos acusados de envenenar o ex-espião Sergei Skripal com um agente de nervos dizem que foram fazer turismo a Salisbury.
Francisco J. Gonçalves 14 de Setembro de 2018 às 08:49
Suspeitos de envenenar Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Suspeitos de envenenar Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Suspeitos de envenenar Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Polícia britânica divulga imagens de espiões russos suspeitos de envenenar Sergei Skripal
Os dois russos suspeitos da autoria do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e da filha, em Salisbury, Reino Unido, confirmaram à TV russa RT que estiveram realmente na cidade em março, mas alegam que foram em visita turística para ver a catedral da cidade.

"Os nossos amigos sugeriam há muito que visitássemos aquela bela cidade", afirmou o homem que diz chamar-se Alexander Petrov, apesar de as autoridades britânicas afirmarem que ele e o amigo, Ruslan Boshirov, usaram estes nomes para esconder as verdadeiras identidades de agentes do GRU, a espionagem militar russa.

Os dois homens admitiram que podem ter passado junto à casa de Skripal, mas garantem: "Não sabemos onde fica".

Questionados sobre se levaram consigo o agente de nervos Novichok numa garrafa de perfume Nina Ricci, negaram de forma irónica. "Para dois tipos normais, andar com perfume de mulher não seria idiota?", perguntou Boshirov.

Um e outro não negam ter estado duas vezes em Salisbury, no dia 3 e 4 de março, dia em que os Skripal foram envenenados, mas dizem que só voltaram porque no dia 3 a neve não permitia uma visita fácil.

"As mentiras e invenções da entrevista são um insulto à inteligência das pessoas", afirmou o porta-voz da PM britânica, Theresa May.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)