Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Acusam ministro alemão de plagiar tese de doutoramento

O ministro alemão da Defesa, Karl-Theodor zu Guttenberg, está a ser acusado de plagiar 15 autores para a sua tese de doutoramento. A político bávaro já foi chamado a explicar o escândalo à chanceler, Angela Merkel, e a sua demissão pode estar para breve.
18 de Fevereiro de 2011 às 11:19
Guttenberg está a ser alvo de duras críticas
Guttenberg está a ser alvo de duras críticas FOTO: Tobias Kleinschmidt/Epa

A tese de doutoramento do ministro já se converteu num objectivo prioritário dos ‘caça-plágios’ da internet, que têm encontrado um número cada vez maior de citações sem nota de fim de página de autores conhecidos no trabalho de Guttenberg.

Entre as citações sem nota de fim de página encontra-se uma passagem do seu antecessor no cargo, Rupert Scholz. A Universidade de Bayeruth, onde apresentou a sua tese há quatro anos, deu um prazo de duas semanas a Guttenbert para responder às acusações.

Os membros do governo alemão já saíram em defesa do ministro, mas a oposição social-democrata e verde lançou um ataque de críticas, exigindo a sua demissão e à Universidade que lhe retire o grau de doutor.

Guttenber apenas se pronunciou sobre as críticas uma única vez, qualificando-as de “absurdas”, e afirmando estar “disposto a verificar a qualquer momento se as 1200 anotações de fim de página nas 475 páginas” da tese têm alguma incorrecção e “a tê-las em conta numa nova edição”.

guttenberg alemanha governo tese doutoramento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)