Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Adolescente americano contratou sniper para matar Papa Francisco

Jovem de 17 anos planeou ataque a missa em Filadélfia, em setembro de 2015.
Lusa 5 de Abril de 2017 às 15:58
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Um jovem de 17 anos admitiu num tribunal federal em Nova Jersey, Estados Unidos, que conspirou para matar o papa Francisco durante a missa que celebrou em Filadélfia, a 27 de setembro de 2015.

De acordo com as autoridades da cidade de Newark, Santos Colón, que poderá ser condenado a 15 anos de prisão, declarou-se culpado de tentativa de fornecer apoio ao terrorismo.

O jovem é acusado de tentar recrutar um sniper (franco-atirador) para disparar sobre o papa e detonar explosivos durante a eucaristia, no Encontro Mundial de Famílias.

Colón, conhecido como Ahmad Shakoor, contactou o suposto asassino, mas que era, na realidade, um agente do FBI.

O jovem foi detido 12 dias antes da missa realizada pelo papa Francisco, em Filadelfia, à qual assistiram milhares de pessoas.

FBI Santos Newark Nova Jersey Estados Unidos Francisco franco-atirador papa plano homicído tribunal confissão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)