Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Advogado de Trump pagou a estrela porno

Michael Cohen negou o pagamento em janeiro. Agora admite ter dado 104 mil euros à atriz.
Francisco J. Gonçalves 15 de Fevereiro de 2018 às 08:36
Donald Trump com a atriz porno Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Donald Trump com a atriz porno Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Donald Trump com a atriz porno Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Stormy Daniels
Um advogado e conselheiro pessoal de Donald Trump deu esta quarta-feira o dito por não dito e admitiu ter pagado mais de 100 mil euros à atriz pornográfica Stormy Daniels em 2016, pouco antes da eleição do magnata como presidente dos EUA.

Michael Cohen assegura que o dinheiro saiu do seu bolso, mas recusou dizer qual o motivo do pagamento, não confirmando se visou comprar o silêncio da atriz sobre a relação que terá mantido com Trump entre 2006 e 2007.

"Nem a organização Trump nem a campanha presidencial dele foram parte desta transação com a srª Clifford [Stephanie Clifford é o verdadeiro nome de Stormy] e ninguém me reembolsou pelo pagamento", afirmou Cohen. O advogado frisou ainda que "o pagamento foi legal" e não violou as regras de financiamento de campanhas eleitorais. "Não foi um contributo nem uma despesa de campanha", frisou.

Esta declaração do advogado, feita em comunicado ao ‘The New York Times’, contradiz o que disse em janeiro, quando a história do alegado pagamento veio a público no ‘The Wall Street Journal’. Esse jornal financeiro lembrou a entrevista que Stormy deu em 2011 à revista ‘In Touch’, na qual garantiu ter mantido um ‘affair’ com Trump.

O picante adicional dessa relação é que teria começado cerca de um ano após o casamento de Trump com a atual mulher, Melania, e somente meses após o nascimento de Barron, o filho de ambos.

O ‘The Wall Street Journal’ referiu ainda um pagamento de cerca de 104 mil euros, feito por Cohen em 2016 para garantir o silêncio da atriz, numa altura em que Trump estava à beira de ser eleito presidente.

Na altura, Cohen reagiu a essas notícias desmentindo o pagamento e divulgou um comunicado, assinado por ele e por Stormy, no qual ela também desmentia a relação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)