Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Afeganistão: Suicida mata sete

Pelo menos sete pessoas morreram e cerca de uma centena ficaram feridas na sequência de um atentado suicida ocorrido ontem junto ao quartel--general da NATO no Afeganistão, no centro de Cabul.

16 de Agosto de 2009 às 00:30
O atentado foi perpetrado numa zona altamente fortificada da capital
O atentado foi perpetrado numa zona altamente fortificada da capital FOTO: Ahmad Masood, Reuters

O ataque com um carro armadilhado, que atingiu uma zona altamente fortificada, onde também estão situadas várias embaixadas, incluindo a dos EUA, e o palácio presidencial, foi reivindicado pelos taliban. Segundo estes, o alvo era mesmo a embaixada norte-americana, situada a cerca de 50 metros do quartel-general da força da NATO (ISAF).

Ao que parece, depois de passar por dois postos de controlo, o bombista fez detonar 500 quilos de explosivos antes de chegar ao objectivo. Tratou-se de uma demonstração de força dos taliban quando faltam cinco dias para a realização de eleições presidenciais e provinciais, que os rebeldes consideram "uma farsa orquestrada pelos americanos" e que prometeram desestabilizar.

Refira-se que no aquartelamento da ISAF há três elementos portugueses, num total de 143 militares que integram o contingente luso no Afeganistão.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)