Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Agride e viola mulher por recusar prostituir-se

Um homem, de 32 anos, foi detido em La Rinconada, Sevilha, acusado de violar e agredir brutalmente a companheira, por esta recusar prostituir-se.
10 de Setembro de 2011 às 16:55
Vítima recusou prostituir-se e foi agredida
Vítima recusou prostituir-se e foi agredida FOTO: Luís Costa

O suspeito, acusado de violência doméstica a agressão sexual, foi detido depois da mulher se apresentar numa esquadra da Guardia Civil com lesões por todo o corpo, que a obrigaram a receber tratamento hospitalar.

Às autoridades, a mulher contou que o companheiro se apresentou em sua casa, exigindo que esta se prostituísse, proposta que ela rejeitou.

Perante a recusa, o homem agrediu-a brutalmente em todo o corpo, obrigou-a a manter relações sexuais e ameaçou-a de morte, chegando mesmo a bater-lhe com um cabo nas costas.

Em comunicado, a Guardia Civil adiantou que a vítima apresentava golpes em todo o corpo, hematomas no olho, na cara e na perna esquerda, além de estar com muitas dores e ter dificuldade em andar.

espanha sevilha guardia civil mulher violência doméstica
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)