Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

AIEA confirma opção nuclear iraniana

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), das Nações Unidas, confirmou esta terça-feira que o Irão retomou o seu programa de pesquisa nuclear, desafiando mais uma vez a comunidade internacional, que se opõe frontalmente a esta decisão.
10 de Janeiro de 2006 às 09:27
Imagem de satélite das instalações de Natanz
Imagem de satélite das instalações de Natanz FOTO: d.r.
Segundo referiu um porta-voz da AIEA, em Viena de Áustria, sede da organização, os iranianos removeram os selos que impediam a realização de actividades relacionadas com a produção de combustível nuclear na central de enriquecimento de urânio de Natanz.
“Os iranianos começaram a remover os selos colocados pelas Nações Unidas sob supervisão de inspectores da AIEA. Estamos em contacto com os nossos inspectores no Irão para obtermos informação mais detalhada”, anunciou o porta-voz da organização.
Ontem, o governo iraniano anunciou ter retomado as actividades de investigação nuclear, suspensas há dois anos e meio, no âmbito de um acordo entre Teerão e a ‘troika’ da União Europeia que tentava encontrar uma solução para crise com Teerão.
A comunidade internacional acusa o Irão de estar a tentar obter armas nucleares, algo que o governo de Teerão tem negado, alegando que apenas pretende desenvolver um programa nuclear para fins pacíficos, para conseguir produzir energia mais barata.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)