Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

AL-QAEDA REIVINDICA ATENTADO

A organização terrorista Al-Qaeda reivindicou ontem a responsabilidade pelo atentado da semana passada ao Hotel Marriot em Jacarta, que matou onze pessoas, incluindo o bombista.
12 de Agosto de 2003 às 00:00
'Retrato-robot' dos dois suspeitos
'Retrato-robot' dos dois suspeitos
A reivindicção, enviada a vários meios de comunicação árabes, acrescenta ainda que este atentado faz perte de um grupo de operações que Ayman al-Zawahiri, braço direito de Osama bin Laden, ameaçara levar a cabo na semana passada.
O comunicado da al-Qaeda exige ainda o fim da guerra contra o terrorismo, a libertação dos prisioneiros detidos em Guantanamo, e a saída dos Estados Unidos da Indonésia, ameaçando com novos ataques se estas exigências não forem cumpridas.
Entretanto, a Polícia indonésia divulgou ontem o "retrato-robot" de dois dos principais suspeitos, que terão comprado a carrinha usada no atentado ao Hotel Marriot.
A Polícia informou ainda que nomes de membros do Partido da presidente Megawati Sukarnoputri constam de uma lista de alvos a abater pela organização terrorista Jemaah Islamyiah, o "braço" da al-Qaeda na Ásia.
A lista foi encontrada no início do mês juntamente com outros documentos que mencionam como alvos vários centros comerciais e hotéis de Jacarta. Por esta razão, os hotéis internacionais da capital indonésia reforçaram já as medidas de segurança.
Ver comentários