Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Al-Qaeda volta a desafiar Washington

“Envie todo o seu Exército para que seja aniquilado às mãos dos mujaidines.” Horas antes de o presidente norte-americano comparecer no Congresso para o anual discurso sobre o Estado da Nação, o número dois da al-Qaeda, Ayman al-Zawahri, voltou a desafiar a superpotência, garantindo que os combatentes islâmicos no Iraque serão capazes de destruir “dez exércitos de Bush”.
24 de Janeiro de 2007 às 00:00
Numa gravação de vídeo de 15 minutos, colocada na internet, al-Zawahiri refere-se ao discurso de Bush, do passado dia 11, em que o presidente dos Estados Unidos anuncia o envio de mais 20 000 soldados para o Iraque. “No seu último discurso Bush disse que ia enviar 20 000 dos seus soldados para o Iraque. Eu pergunto-lhe: porque é que só envias 20 000 soldados? Porque é que não envias 50 000 ou 100 000?”, desafia o ‘homem de mão’ de Osama bin Laden.
Zawahiri falou do conflito na Somália reiterando que os mujaidines vão “quebrar a espinha” aos etíopes”, metidos, pelos norte-americanos, numa “verdadeira catástrofe” naquele país africano.
“Os norte-americanos, que os empurraram para a perdição e lhes dão ordens de longe, nem os vão chorar”, afirmou o líder terrorista, que disse ainda que a segurança do povo americano passa pela disposição em conseguir um bom “relacionamento” com os muçulmanos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)