Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Albânia e Bósnia: Inundações deslocam 15 mil pessoas

As inundações no norte da Albânia e da Bósnia obrigaram a que pelo menos 15 mil pessoas fossem retiradas das suas localidades, enquanto que na Sérvia e na Croácia houve uma diminuição do nível das águas.
5 de Dezembro de 2010 às 12:41
A Albânia é o país dos Balcãs mais afectado pelas inundações com 13  mil pessoas transferidas
A Albânia é o país dos Balcãs mais afectado pelas inundações com 13 mil pessoas transferidas FOTO: Lusa

A Albânia é o país dos Balcãs mais afectado pelas inundações, com 13  mil pessoas transferidas, segundo dados fornecidos pelas autoridades, que pediram ajuda à NATO.  

Mais de 2500 casas encontram-se debaixo de água e outras 5000 estão isoladas na região de Shkodra (norte), a mais afectada pelas inundações, declarou este domingo à imprensa Alfred Olli, chefe da emergência civil.  

Três helicópteros enviados pela Turquia e dois cedidos pela Grécia ajudam o exército albanês nas operações de resgate e de distribuição de ajuda  alimentar.  

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Edmond Haxhinasto, reúne-se este domingo com os embaixadores dos países da NATO, na Albânia, para reiterar a necessidade de ajuda.  

"Esta é uma situação difícil, talvez a mais difícil que enfrentámos",  declarou o presidente Bamir Topi, ao visitar no sábado algumas zonas inundadas de Shkodra.  

Na Bósnia, na localidade de Bijeljina, as equipas de socorro retiraram duas mil pessoas cujas casas ficaram inundadas, enquanto no oeste da Sérvia as inundações, que estão a baixar, obrigaram à transferência de 1500 pessoas. 

Na Croácia também se registou uma descida do nível das águas, embora  continue a ser seguida a situação nas localidades de Place, Metkovic e Opuzen, no vale deste rio, perto da costa do Adriático, onde nos últimos dias ficaram inundadas cerca de 700 casas.  

Albânia Bósnia Sérvia Croácia inundações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)