Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Alberto Fujimori detido

O ex-presidente peruano, Alberto Fujimori, foi detido, esta segunda-feira, no Chile, a pedido do governo peruano.
7 de Novembro de 2005 às 08:29
Fujimori foi preso no hotel onde se tinha alojado depois da chegada a Santiago do Chile, poucas horas depois de ter entrado no país.
A detenção foi confirmada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros peruano, Oscar de Romaña, em declarações a uma rádio local, adiantando que o ex-presidente peruano não ofereceu resistência à detenção e foi transferido para a escola de polícia em Santiago do Chile.
Oscar Romanã disse ainda que Fujimori foi preso por ordem do juiz instrutor do tribunal de Recursos de Santiago, que aceitou o pedido de detenção apresentado pelo governo de Lima.
O vai enviar hoje uma missão de alto nível ao Chile, composta pelo ministro do Interior, Rómulo Pizarro, e pelo procurador anti-corrupção, António Maldonado.
Recorde-se que Fujimori, que renunciou à presidência peruana através de um fax, é alvo de dois pedidos de extradição apresentados ao governo japonês por crimes contra a humanidade, massacres, delitos de corrupção e violação dos direitos humanos. No Peru, o ex-presidente enfrenta 21 acusações que vão desde abuso de poder até permitir a existência de "esquadrões da morte".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)