Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Alemanha: construtores automóveis obrigados a divulgar 'software'

Devido ao escândalo que envolveu a Volkswagen.
13 de Dezembro de 2015 às 18:57
Alexander Dobrindt, ministro dos transportes alemão
Alexander Dobrindt, ministro dos transportes alemão FOTO: EPA
Os construtores de automóveis vão ser obrigados a comunicar às autoridades alemãs tudo sobre o 'software' que nos motores dos seus carros, depois do escândalo da manipulação das emissões poluentes na marca Volkswagen, disse este domingo o Governo alemão.

Além da divulgação do 'software' que equipa os motores, os testes de emissão de gases feitos pelas marcas vão ter que ser repetidos pelas autoridades públicas para se confirmarem os resultados, entre outras medidas que farão parte de um pacote completo, esclareceu o ministro dos Transportes alemão, Alexander Dobrindt, sem dar mais pormenores.

O governante confirmou assim a notícia do diário alemão Bild deste domingo, segundo a qual todos os grandes construtores vão, em breve, ser obrigados a dar a conhecer à Autoridade Automóvel alemã (KBA) o 'software' que equipa os seus motores.

Entre outras medidas, o 'software' empregado para medir os valores dos gases dos escapes deverá ser progressivamente substituído, salienta o diário.

Ainda segundo o Bild, as medidas surgiram da parte da comissão de especialistas formada pelo Governo e que foi encarregada de fazer o inquérito sobre o escândalo em que a Volkswagen se envolveu.

Em causa estão onze milhões de motores que apresentam 'software' que falseava os resultados dos testes antipoluição dos carros a gasóleo.
Ver comentários