Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Alunos guineenses concentrados em Moscovo

Cinquenta e oito finalistas guineenses da Universidade Patrice Lumumba, em Moscovo, Rússia, estiveram ontem ao fim da tarde reunidos na Faculdade de Agronomia para decidirem sobre que acções vão desenvolver para conseguirem receber os nove meses de atraso do subsídio de estudo por parte do governo da Guiné-Bissau.
14 de Agosto de 2005 às 00:00
Edifício da embaixada em Moscovo
Edifício da embaixada em Moscovo FOTO: Sergei Chirikov/Epa
Em declarações ao CM, Paulo Alberto Silva, porta-voz dos estudantes licenciados, afirmou que “estamos a realizar essa reunião porque temos de decidir sobre outras forma de luta pelo facto de o embaixador Rogério Hérbert não nos ter recebido a fim dos nos explicar o que se passa com as nossas bolsas”.
No dia anterior, os estudantes estiveram concentrados durante cerca de três horas junto da Embaixada da Guiné-Bissau, em Moscovo para reclamar o pagamento das bolsas de estudo em atraso. Os alunos recusam-se a regressar a Bissau sem o dinheiro. Durante a concentração, segundo Paulo Silva, “não houve distúrbios com a segurança da embaixada, apesar de não termos sido recebidos pelo embaixador”.
Estes estudantes, que já concluíram desde Maio último a formação superior em diversas especialidades, têm diplomas na mão, mas “esses documentos não estão legalizados por falta de pagamento. A legalização de um diploma custa cerca de 50 dólares. E nós não temos dinheiro para pagar” -- adiantou Paulo Silva.
Outro problema que os universitários enfrentam é a falta de local para comer e dormir a partir de amanhã. A universidade avisou-os de que têm de abandonar a residência estudantil para darem lugar aos outros estudantes que chegam já no dia 20.
Recorde-se que em finais de Janeiro deste ano cerca de 100 estudantes guineenses invadiram a embaixada guineense em Moscovo, tomando o embaixador e pessoal diplomático como reféns domiciliários e paralisando o trabalho da embaixada. A greve acabou por ser suspensa depois de as autoridades guineenses avançarem com o pagamento dos subsídios.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)