Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

AMEAÇA REAL E IMEDIATA

A Grã-Bretanha e os Estados Unidos estão em alerta máximo, com Londres a advertir que a natureza da ameaça terrorista é do mesmo nível dos atentados de 11 de Setembro e com o Pentágono a instalar veículos militares com mísseis antiaéreos em torno de Washington, cidade que juntamente com Nova Iorque está a ser patrulhada por helicópteros da Força Aérea.
13 de Fevereiro de 2003 às 08:40
A segurança foi apertada no aeroporto londrino
A segurança foi apertada no aeroporto londrino
Perante acusações de exagero, ministros britânicos desdobraram-se ontem em explicações, salientando que a ameaça é real e imediata. Falando perante o Parlamento, o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, assegurou que as medidas de segurança são “necessárias a fim de dar protecção às pessoas”. Por sua vez, o secretário dos Assuntos Internos, David Blunkett, revelou que o governo chegou mesmo a encarar a hipótese de encerrar o aeroporto de Heathrow. John Reid, presidente do Partido Trabalhista, afinou pelo mesmo diapasão, tendo comparado o nível de ameaça com os atentados de 11 de Setembro nos EUA. ‘‘Nem vou dar importância às pessoas que sugerem que estas medidas fazem parte de um jogo’’ – rematou azedamente, num recado aos que afirmam que estas medidas servem apenas para reforçar o apoio à guerra contra o Iraque após a última mensagem de áudio de Osama bin Laden, que incita a ataques suicidas contra ocidentais.

Só em Londres, 17 mil polícias estão envolvidos em operações antiterroristas e centenas de soldados patrulham o aeroporto de Heathrow, tendo sido criados postos de controlo na área circundante na sequência de informações de que a al-Qaeda poderá tentar lançar ataques contra aviões civis usando mísseis terra-ar. Houve igualmente reforço significativo na segurança em outros aeroportos do país.

Nos EUA, onde foi decretado o alerta máximo, estão também a ser apertadas as medidas de segurança. O Pentágono instalou o sistema de defesa aéreo ‘Avenger’ à volta da capital e aumentou as patrulhas de vigilância com helicópteros ‘Black Hawk’ não só sobre Washington como também sobre Nova Iorque.

Além dos EUA e do Reino Unido, também a Alemanha receia ser palco de atentados e desencadeou operações de busca em várias cidades.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)