Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

AMERICANO ASSASSINADO NO KOWEIT

Um cidadão norte-americano foi morto a tiro e outro ficou gravemente ferido, ao serem hoje atacados numa estrada próximo da base militar norte-americana de Camp Doha, no norte do Koweit, onde se encontram destacados mais de 17 mil soldados norte-americanos, preparados para uma eventual intervenção militar no Iraque.
21 de Janeiro de 2003 às 10:45
AMERICANO ASSASSINADO NO KOWEIT
AMERICANO ASSASSINADO NO KOWEIT
De acordo com John Moran, porta-voz da embaixada dos EUA no Koweit, os dois homens, que foram atacados a tiro por um grupo de desconhecidos, eram dois civis contratados pelo Departamento de Defesa norte-americano. Na altura do ataque, as vítimas dirigiam-se para a base norte-americana num veículo todo-o-terreno.

Segundo a Polícia local, os agressores deveriam estar escondidos atrás de árvores junto à estrada, tendo aberto fogo à passagem do veículo. A vítima mortal foi atingida por vários disparos, enquanto o ferido foi alvejado num ombro e numa perna. Até ao momento ainda nenhuma organização reivindicou o ataque.

Desde 9 de Outubro do ano passado, este é já o sexto ataque contra norte-americanos, civis e militares, registado no Koweit. Nessa data, dois fundamentalistas muçulmanos koweitianos atacaram a tiro um grupo de marines, tendo causado a morte a um militar e ferimentos noutro, após o que foram abatidos.
Ver comentários