Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

AMERICANOS E BRITÂNICO SEQUESTRADOS NO IRAQUE

Dois civis norte-americanos e um britânicos, foram sequestrados, esta quinta-feira, por um grupo de homens armados numa casa do centro da capital iraquiana, Bagdad, anunciou o Ministério do Interior iraquiano.
16 de Setembro de 2004 às 08:36
A casa no bairro de Al-Mansur onde ocorreu o sequestro
A casa no bairro de Al-Mansur onde ocorreu o sequestro FOTO: Reuters
Dois norte-americanos, Jack Hensley e Eugene Amstrong e um britânico, cuja identidade não foi ainda identificada, estavam numa casa no luxuoso bairro de Al-Mansur, onde residem muitos empresários e empreiteiros que não estão instalados na chamado Zona Verde, um perímetro de alta segurança no centro da capital iraquiana onde estão os ministérios.
De acordo com o Ministério do Interior iraquiano, durante o sequestro, perpetrado por volta das 06h00 locais por um grupo com cerca de uma dezena de indivíduos, não ocorreu qualquer tiroteio, sendo que os raptores fugiram do local numa carrinha.
Testemunhas referiram que os três homens sequestrados, que trabalhavam como empreiteiros para a companhia de engenharia Sociedade dos Serviços do Golfo, residiam numa casa com fraca segurança, com apenas um guarda desarmado à porta, e que já haviam sido ameaçados pelo menos três vezes.
Nos últimos seis meses tem-se registado uma vaga de sequestros de cidadãos estrangeiros no Iraque, a maioria dos quais camionistas de países como o Egipto, Jordânia, Koweit e outros estados árabes, numa tentativa de dissuadir os seus empregados a trabalhar naquele país.
Além destes, são também vários os cidadãos ocidentais em poder de grupos rebeldes, entre os quais dois jornalistas franceses, Christian Chesnot e Georges Malbrunot, e duas cooperantes italianas, Simona Pari e Simona Torretta, cujos paradeiros permanecem desconhecidos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)