Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

AMERICANOS MATAM POR ENGANO

Os constantes alertas sobre a iminência de grandes ataques terroristas contra os EUA e os seus interesses no estrangeiro estão a causar grande tensão aos militares que asseguram a segurança das missões diplomáticas espalhadas pelo Mundo, sobretudo aquelas que se situam nas zonas de maior risco. Hoje, soldados norte-americanos de guarda à embaixada dos EUA na capital do Afeganistão, Cabul, dispararam por engano sobre um grupo de soldados afegãos, causando três mortos e dois feridos.
21 de Maio de 2003 às 10:57
AMERICANOS MATAM POR ENGANO
AMERICANOS MATAM POR ENGANO
Segundo informação avançada pelo responsável da segurança da embaixada, Basir Salangi, explicou que o incidente verificou-se quando os militares norte-americanos de serviço à entrada do edifício detectaram um grupo de soldados afegãos a descarregar material do outro lado da rua, junto a uma sede dos serviços de segurança afegãos. Pensando que se tratava de uma tentativa de atentado, os militares norte-americanos abriram fogo sobre os suspeitos, por engano.
Face às constantes ameaças de ataques que chegam um pouco de todo o Mundo, nomeadamente da Arábia Saudita e do interior dos próprios EUA, onde foi declarado o alerta terrorista amarelo (elevado), as instalações da embaixada norte-americana em Cabul estão rodeadas de medidas excepcionais de segurança, nomeadamente o reforço da presença de militares protegidos por sacos de areia no exterior do edifício.
Ver comentários