Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

ANGOLANO CONDENADO POR FALSIFICAR BI PORTUGUESES

Um emigrante angolano, de 38 anos, foi condenado por um tribunal de Londres a três anos de prisão por falsificação de bilhetes de identidade (B.I.) portugueses. Estes tinham como finalidade defraudar o sistema de Segurança Social britânico.
22 de Setembro de 2003 às 19:01
O esquema de falsificação remonta ao ano passado, quando foi realizada uma rusga à residência deste emigrante, tendo sido apreendidos cerca de 60 B.I. portugueses falsos, bem como todo o material necessário para o seu fabrico, indicando que estes teriam sido ‘emitidos’ em casa. Envolvido neste esquema de falsificação estava ainda um irmão do emigrante que foi condenado a 150 horas de trabalho comunitário por cumplicidade na fraude.
Com um destes documentos falsos, um emigrante ilegal no Reino Unido poderia obter um cartão de segurança social do país e receber diversos subsídios. O esquema foi descoberto antes que qualquer um destes B.I. estar a circular.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)