Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Angolanos vão às urnas em Setembro

O presidente angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou ontem a realização de eleições legislativas para 5 e 6 de Setembro do próximo ano, pedindo que estas decorram num “clima de paz, harmonia e fraternidade”.
28 de Dezembro de 2007 às 00:00
Dirigindo-se ao país numa mensagem de fim de ano – lida aos microfones da Rádio Nacional de Angola – o chefe de Estado angolano sublinhou a importância de afastar do período eleitoral “a violência verbal ou física”, pedindo ainda “respeito pela opinião e pelas ideias alheias”.
“A vontade do povo angolano deve exprimir-se com verdade e sem limitações nos dias 5 e 6 de Setembro de 2008, nas eleições legislativas que serão oportunamente convocadas”, acrescentou José Eduardo dos Santos.
Para que as eleições legislativas decorram no clima referido pelo presidente angolano “é fundamental – considera – que seja completamente garantida a segurança dos cidadãos e a protecção dos seus bens, pois a ordem pública é uma condição indispensável”. José Eduardo dos Santos apelou ainda à Polícia Nacional angolana para que seja o “garante da ordem”.
UNITA QUER VOTAÇÃO NUM DIA
Reagindo ao anúncio de Dos Santos, a UNITA considerou “muito importante” para o avanço da democracia a marcação de eleições legislativas em Angola, mas pretende que a votação decorra num só dia “por questões de transparência”.
Adalberto da Costa Júnior, responsável pela informação do maior partido angolano da oposição, recordou que as últimas eleições, em 1992, também decorreram em dois dias “e muitas anormalidades aconteceram”, nomeadamente o facto de a luz ter faltado durante a noite em todo o país.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)