Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Antigo chefe das secretas angolanas colocado em prisão domiciliária

General José Maria é acusado de se recusar a entregar documentação sensível e de insubordinação.
17 de Junho de 2019 às 17:51

O ex-chefe das secretas de Angola, general José Maria, foi colocado esta segunda-feira, 17 de junho, em prisão domiciliária, por decisão do Supremo Tribunal Militar, avança a agência noticiosa Angola, Angop.

A detenção do general José Maria, que liderou o Serviço de Inteligência e Segurança Militar (SISM) durante a presidência de José Eduardo dos Santos, resulta do facto do militar se ter recusado a entregar documentação sensível após a exoneração do cargo.

Segundo o Novo Jornal, a medida de coação foi aplicada devido ao extravio de documentos, aparelhos ou objetos que continham informações caráter militar e também por insubordinação.

O general José Maria tinha sido alvo de um processo-crime, instaurado em março deste ano, depois de uma busca realizada pela Procuradoria Militar na Fundação Eduardo dos Santos (FESA). O militar passou à reforma em novembro de 2017, por decisão do atual Presidente da República, João Lourenço.

Na FESA, o general agora aposentado tem a seu cargo a tarefa de elaborar a história sobre o feito do seu patrono, José Eduardo dos Santos. José Maria liderou o SISM entre 2009 e 2017.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)