Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Antigo refém dos taliban detido por agressões

Canadiano Joshua Boyle indiciado por 15 crimes.
Francisco J. Gonçalves 4 de Janeiro de 2018 às 08:37
Boyle com a mulher e dois dos três filhos que tiveram durante o cativeiro
Joshua Boyle
Boyle com a mulher e dois dos três filhos que tiveram durante o cativeiro
Joshua Boyle
Boyle com a mulher e dois dos três filhos que tiveram durante o cativeiro
Joshua Boyle
O canadiano Joshua Boyle, raptado em 2012 no Afeganistão por radicais taliban, foi detido no Canadá e acusado de 15 crimes, entre eles dois de agressão sexual sobre a mulher, a norte-americana Caitlin Coleman. O casal passou cinco anos sequestrado no Paquistão depois de ser capturado quando, alegadamente, fazia turismo nas montanhas afegãs.

Boyle foi ontem a tribunal, em Ottawa, para onde regressou no final de 2017, depois de o casal ser resgatado do cativeiro. O juiz adiou a audiência na qual será decidido se Boyle pode ser libertado sob fiança e permanecer fora da cadeia até ao início do julgamento, em data ainda por confirmar.

Recorde-se que, aquando da libertação, Boyle afirmou que o casal teve quatro filhos durante o cativeiro, um dos quais terá sido morto pelos radicais. Disse ainda que a mulher foi violada pelos raptores.

Os crimes de que Boyle é acusado terão sido cometidos entre 14 de outubro de 2017, imediatamente após o regresso ao Canadá, e 30 de dezembro. O advogado de defesa alega que "não foram fornecidas provas dos crimes".
Paquistão Joshua Boyle Afeganistão Ottawa Canadá Caitlin Coleman juiz crime lei e justiça crime rapto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)