Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

ARCEBISPO DE SYDNEY DEMITE-SE DO CARGO

Os escândalos sexuais no seio da Igreja Católica continuam a fazer ‘rolar cabeças’. Ontem, o arcebispo de Sydney, George Pell, anunciou que se demite temporariamente do cargo, após ter sido tornado público que está a ser investigado por alegado abuso sexual a um menor.
20 de Agosto de 2002 às 22:44
Pell é acusado de abusar sexualmente de um menino de 12 anos quando era sacerdote assistente na arquidiocese de Melbourne, em 1962.

A acusação foi prontamente desmentida pelo visado. “Nego que isso alguma vez se tenha passado. Repito: a acusação é completamente falsa” - reiterou o prelado.

A investigação será conduzida por um juiz reformado, Alec Southwell, sendo que o processo decorrerá sob o estatuto de independente, completamente à margem da Justiça australiana, uma vez que o acusador se recusa, pelo menos por ora, a apresentar queixa na Polícia.

Pell admitiu recentemente que mais de 90 sacerdotes foram detidos na Austrália nos últimos seis anos por abusos a menores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)