Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Armas largadas de avião para curdos caíram nas mãos do Estados Islâmico

Os militares norte-americanos não confirmaram ainda o extravio.
21 de Outubro de 2014 às 23:53
Radicais do Estado Islâmico
Radicais do Estado Islâmico FOTO: Stringer / Reuters

Uma largada aérea de armas destinadas aos combatentes curdos, feita por militares norte-americanos, caiu nas mãos dos seus inimigos da organização Estado Islâmico (EI) próximo da cidade síria de Kobane, revelou esta terça-feira um observador.

Os militares norte-americanos não confirmaram o relato, mas adiantaram que estavam a examinar um vídeo colocado na Internet em que se observa um homem mascarado com o que parece ser uma plataforma de transporte de mercadorias ligada a um paraquedas. Os aviões dos EUA largaram de paraquedas plataformas com armas, munições e material médico, na noite de segunda-feira, para reabastecer os curdos que estão a defender Kobane dos combatentes do EI.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos adiantou que "uma carga foi levada pelo EI e há informações contraditórias sobre uma segunda". O Comando Central dos EUA, que controla os militares dos EUA no Médio Oriente, já assegurou que apenas uma das cargas tinha sido extraviada, mas que fora bombardeada pela aviação para impedir que caísse nas mãos do EI.

No vídeo colocado na Internet, o mascarado afirma: "Esta é a ajuda lançada pelos americanos para os infiéis", enquanto abre caixas de madeira cheias de 'rockets' e granadas, ouvindo-se barulhos de aviões em fundo.

Estado Islâmico Kobane EUA coligação armas curdos
Ver comentários