Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Assassino queria fugir para o Canadá

O homem vestido de Pai Natal que na consoada abriu fogo numa casa nos subúrbios de Los Angeles (EUA), matando pelo menos nove pessoas, tencionava pôr-se em fuga para o Canadá. Contudo, Bruce Jeffrey Pardo sofreu graves ferimentos, o que o demoveu, fazendo-o rumar a casa do irmão, onde se suicidou.
28 de Dezembro de 2008 às 00:30
A polícia isolou o local do massacre protagonizado por Bruce Pardo, um desempregado que acabara de se divorciar de forma litigiosa
A polícia isolou o local do massacre protagonizado por Bruce Pardo, um desempregado que acabara de se divorciar de forma litigiosa FOTO: Andrew Gombert/EPA

Ao contrário de anos anteriores, o atirador, identificado como Bruce Jeffrey Pardo, de 45 anos, não foi à missa numa igreja local envergando as vestes de Pai Natal. Ao invés, fez uma visita inesperada à casa dos pais da ex-mulher, Sylvia, escassos dias após se terem divorciado litigiosamente, no que poderá ter sido o móbil do crime.

Após matar, uma por uma, as nove pessoas (três ficaram feridas), algumas ao estilo de execução, regou a casa dos ex-sogros com gasolina, incendiando-a, após o que pensava pensar fugir para o Canadá. Já tinha inclusive comprado o bilhete de avião. No entanto, o traje de Pai Natal derreteu com o fogo, causando-lhe queimaduras de terceiro grau em ambos os braços.

Deste modo, Pardo, um trabalhador da indústria aeroespacial que tinha sido despedido, desistiu de abandonar o país e deslocou-se para casa do irmão – a 70 km de distância – onde não estava ninguém. Conseguiu entrar e suicidou--se com um tiro na cabeça. Antes tinha já montado uma armadilha no automóvel de aluguer em que se fez transportar: utilizando um sofisticado dispositivo, tencionava causar uma enorme explosão no interior da viatura, mas o engenho acabou por não surtir o efeito pretendido. Segundo as autoridades policiais, Pardo tinha em seu poder 17 mil dólares atados às pernas e também à cintura.

Alguns dos cadáveres das vítimas de Pardo ainda não foram identificados.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)